QUARESMA: Mc 1.35-39 – 14.32-42

Os textos do Evangelho acima mencionados nos lembram que Jesus Cristo, o Filho de Deus, buscou o silêncio, a oração diante de Deus para se fortalecer e cumprir sua missão. Creio que podemos relacionar esse tempo de preparação com a Quaresma que iniciou novamente nesta semana.

Quaresma é o período de quarenta dias que antecedem a festa maior do cristianismo: a ressurreição de Jesus CristoA história diz que por volta do ano 200, após o nascimento de Cristo, os cristãos começaram a preparar a festa da Páscoa com três dias de oração, meditação e jejum. Por volta do ano 350 d. C., a Igreja aumentou o tempo de preparação para quarenta dias. Assim surgiu a Quaresma.

A duração da Quaresma, 40 dias, está baseada no número 4 ou 40 que é muito mencionado na Bíblia. Nela, é relatada as passagens dos quarenta dias do dilúvio, dos quarenta anos de peregrinação do povo judeu pelo deserto, dos quarenta dias de Moisés e de Elias na montanha, dos quarenta dias que Jesus passou no deserto antes de começar sua vida pública, entre outras.
Jesus Cristo, antes de iniciar sua vida pública, logo após ter sido batizado por João Batista no rio Jordão, passou 40 dias no deserto. Esse retiro de Jesus mostra a necessidade que ele teve em se preparar para a missão que o esperava. Jesus vivia em oração e recolhimento. No tempo que passou no deserto Jesus teve uma profunda experiência de encontro com Deus, o Pai.

Na Quaresma, a cor litúrgica é o roxo ou o violeta: Símbolo de penitencia, de espera, da vigília, sinaliza que algo está para vir. Aponta para a Páscoa.
Quarenta dias de preparação para a Páscoa. Tempo especial de meditar sobre a Paixão de Cristo, a crucificação, e o sentido da ressurreição. Tempo onde o cristão deve se aproximar de Deus observando a relação de suas vidas com a mensagem cristã expressa nos Evangelhos.

Na quaresma os cristãos se recolhem em oração, se preparam melhor para a acolhida do Cristo Vivo, Ressuscitado no Domingo de Páscoa. Todo o cristianismo vive este período voltado à reflexão, permanecendo numa disciplina religiosa. Cada doutrina religiosa tem seu calendário específico para seguir. A Quaresma é tempo que marcou a igreja e continuará marcando ao longo da história. Deus continua agindo e preparando os fiéis para a grande festa da Páscoa.

Viver a quaresma nos propósitos de Deus, significa que o cristão deve fortalecer sua fé, lutar para que exista mais justiça, paz e amor em toda a humanidade. Na verdade isso deve ser vivido em todos os tempos, não somente na quaresma.
Mas, aproveitemos este tempo de recolhimento que convida a uma aproximação maior de Deus.

Que Deus, por meio de seu Filho Jesus Cristo, nos ajude e nos prepare para fazermos parte do seu reino eternamente.
Que Deus nos conceda olhos abertos, entendimento e coragem para acampar na Sua presença e buscar em Jesus Cristo vida e salvação. Amém!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

DIA PAROQUIAL DAS CRIANÇAS NA COMUNIDADE PRESIDENTE KENNEDY - VERÊ

IV Dia Sinodal da Igreja do Sínodo Rio Paraná

CONTAGEM REGRESSIVA PARA OS 500 ANOS DA REFORMA LUTERANA