Mensagem XXVII Assembleia do Sínodo Rio-Paraná

Alegrai-vos sempre no Senhor; outra vez digo: alegrai-vos. Filipenses 4.4

SER, PARTICIPAR E TESTEMUNHAR! Essas palavras do tema do ano da IECLB serviram de base nos dias 17 e 18 de Agosto, em São Jorge D’Oeste-PR, onde estávamos reunidos e reunidas, para 17ª Assembleia do Sínodo Rio Paraná. Esses três verbos são imprescindíveis para nós, filhos e filhas de Deus, chamados e chamadas a fazer missão onde estamos: inseridos numa realidade com dificuldades e desafios!

SOMOS (SER) as mãos de Deus que servem com amor, com dedicação e com alegria. Somos um Sínodo de diversidade geográfica, cultural, étnica e teológica. Nosso testemunho de fé foi provocado desde meditação inicial, colocando-nos perante a dura realidade em que devemos ser e fazer a diferença, como cristãos e cristãs.


PARTICIPAR: “Eu vivo comunidade!” Com essa frase, a Pa. 2ª Vice-Presidente Silvia Beatrice Genz instigou a refletirmos sobre de que forma colocamos as nossas mãos à disposição do SER e do SERVIR nas comunidades. Isso também se fez presente no relatório do P. Sinodal Lauri R. Becker, que nos levou a olhar para o nosso passado, presente e futuro de como ser Igreja nessa atualidade marcada por desigualdade, violência, consumismo e corrupção. O servir a Deus com alegria transpareceu no decorrer da Assembleia, na qual foi apresentado o que muitas mãos fizeram em seus departamentos, conselhos e comunidades. Participando com nossos dons, tempo, talentos e contribuindo com fé, gratidão e compromisso.

Houve muitos TESTEMUNHOS de alegria, crescimento, edificação e anseios de nossas comunidades. Impulsionando, assim, a implantação do Plano de Ação Missionário da IECLB (PAMI). Fomos motivados também por esses TESTEMUNHOS, frutos do PAMI. A campanha Vai e Vem nos lembra que Deus espera de nós corações agradecidos e mãos generosas. Assim, somos envolvidos de tal maneira na missão, sendo agentes e alvos da mesma, pois vivemos comunidade.


Jesus nos diz: “Quem crer em mim, como diz a Escritura, do seu interior fluirão rios de água viva” (João 7.38). Por isso, devemos colocar nossas mãos e nossa vida a disposição de Deus a fim de que sejamos canais que possibilita a outras pessoas o acesso à água da vida. Há um poema que retrata: Deus não tem mãos, apenas as nossas mãos para fazer missão. A Assembleia Sinodal quer motivar a colocarmos nossas mãos a serviço do anúncio do Evangelho. Sirvamos ao Senhor com alegria!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

DIA PAROQUIAL DAS CRIANÇAS NA COMUNIDADE PRESIDENTE KENNEDY - VERÊ

IV Dia Sinodal da Igreja do Sínodo Rio Paraná

CONTAGEM REGRESSIVA PARA OS 500 ANOS DA REFORMA LUTERANA