Comunidades

A Paróquia de Pato Branco é formada por 8 comunidades, localizadas em seis cidades do Sudoeste do Paraná. Na sequência confira um resumo histórico de cada uma das comunidades:

            1 - COMUNIDADE DE BUGRE ALTO
            2 - COMUNIDADE DE PATO BRANCO
            3 - COMUNIDADE DE PRESIDENTE KENNEDY
            4 - COMUNIDADE DE ÁGUAS DO VERÊ
            5 - COMUNIDADE DE FRANCISCO BELTRÃO
            6 - COMUNIDADE DE LINHA ITAÍBA
            7 - COMUNIDADE DE MARMELEIRO
            8 - COMUNIDADE DE NOVA CONCÓRDIA
  
1 - COMUNIDADE DE BUGRE ALTO

A história da Comunidade Evangélica de Confissão Luterana de Bugre Alto inicia a partir de junho de 1956. Nelson Fetzer, natural de Sarandi – RS veio estabelecer residência no município de Chopinzinho, na localidade conhecida como Fazenda Bugre. Aproximadamente um ano depois vieram seus pais e seus 10 irmãos, constituindo assim, a primeira família Luterana de Fazenda Bugre. Esta Fazenda tinha uma área de mil alqueires de terra que foi dividida pelo proprietário em lotes e aos poucos adquiridos por outras famílias vindas do Rio Grande do Sul. Aos poucos foram se agregando as famílias: Sponholz, Becker, Knop, Muller Gerhardt...
O primeiro culto foi realizado em setembro de 1957 pelo P. Ari. Culto que foi realizado no paiol do Sr. Nelson Fetzer. Surgia então a Comunidade Luterana agora chamada de Bugre Alto no município de Chopinzinho.
A primeira igreja (templo) foi inaugurada em 1959, construída no terreno onde ainda hoje estão as instalações da Comunidade. Logo houve a preocupação com o terreno para o cemitério, e o espaço para o pavilhão de festas, que hoje está localizado ao lado da igreja.
Em 1969 foi inaugurado o primeiro sino da Igreja, o qual foi trazido de Porto Alegre/RS numa camionete Chevrolet pelo Sr. Arnaldo  Gerhardt.
A atual igreja (templo) foi inaugurada em 22 de fevereiro de 1981. Com o passar do tempo foram realizadas reformas e melhorias proporcionando um ambiente agradável e acolhedor a todos/as que ali se encontram.  Atualmente a Comunidade congrega cerca de 106 famílias, aproximadamente 300 membros batizados.

2 - COMUNIDADE DE PATO BRANCO
A história da comunidade de Pato Branco inicia a partir do ano de 1948 com vinda de algumas famílias Luteranas para a região. Inicialmente celebravam Cultos em residências e posteriormente em uma sala ao lado de uma padaria da cidade. Os ofícios e Celebrações eram realizados pelo P. Ricardo Ballbach que se deslocava de Rio das Antas-SC. (Em 1948 surge a Paróquia de Pato Branco pela primeira vez). No ano de 1953 a comunidade de Pato Branco contava com mais de vinte famílias membros.
No dia 24 de março de 1954, com a chegada P. Hartnagel, vindo da Alemanha, foi oficialmente fundada a Comunidade Evangélica Luterana de Pato Branco com o nome de “Evangelisch Lutherische Gemeinde de Pato Branco”. A primeira diretoria era constituída por um presidente, um secretário e um tesoureiro. Henrique Krüger, Emilio Krüger e Hugo Krüger ocupavam as respectivas funções.

No ano de 1957 o P. Hartnagel voltou novamente para a Alemanha. (Diluiu-se a Paróquia de Pato Branco). Esta mudança provocou um “esfriamento” e trouxe conseqüências negativas para a comunidade de Pato Branco.
No ano de 1962, a Comunidade de Pato Branco começa aos poucos se fortalecer com algumas famílias que perseveraram e outras que foram somando com as imigrações. Entre elas, as famílias: Hundt, Grottker, Krüger, Hennig, Ernn, Schmitz. Aos poucos a comunidade se estrutura, adquire a atual área (lote) e constrói uma casa de madeira, sendo a sala maior, o lugar de celebrações de Cultos e outros encontros. (Surge a Paróquia de São João).
Em 1973 inaugura-se a o atual templo onde passa-se a celebrar os cultos e ofícios. No ano de 1979 surge o Segundo Pastorado da Paróquia de São João em Pato Branco com o P. Orlando Schmidt. A partir de 1984 a Comunidade passou a ser sede paroquial. (Surge a Paróquia de Pato Branco pela segunda vez).
Com o tempo a Comunidade foi se estruturando, se fortalecendo para proporcionar aos seus membros espaços e oportunidades de convívio, comunhão, fé e testemunho. Atualmente congregam 72 famílias, aproximadamente 206 membros batizados.

3 - COMUNIDADE DE PRESIDENTE KENNEDY
A Comunidade de Presidente Kennedy, (Verê-PR), iniciou no ano de 1960. Surgiu por causa da significativa distância de Águas do Verê, que era a comunidade mais próxima. Os primeiros Cultos foram realizados na residência da família Vask, e posteriormente na residência da família Lange, nas proximidades de onde está a Igreja hoje. 
        A comunidade de Presidente Kennedy inicia com as seguintes famílias:
Preilipper, Trapp, Radas, Vask, Santoro, Lange. Posteriormente outras vieram a somar e fortalecer a comunidade. Merece destaque que todas as famílias mencionadas acima vieram da região de Rio do Sul – SC.
        A primeiro Templo foi inaugurado com Culto festivo realizado pelo P. Weber, (Paróquia de São João), na continuidade, o P. Willy Stein.
A comunidade cresceu rapidamente com as famílias que vieram para a localidade e em 1973 se construiu um novo Templo que foi inaugurado com a presença do Pastor Regional.
A partir de 1984 a Comunidade de Presidente Kennedy passou a fazer parte da Paróquia de Pato Branco. Na história da Comunidade destacou-se um ótimo trabalho com o Grupo de Jovens (teatros), que até hoje se manifestam na vida da comunidade. Atualmente a Comunidade congrega 36 famílias, somando um total de 95 membros batizados.

4 - COMUNIDADE DE ÁGUAS DO VERÊ
A comunidade de Águas do Verê iniciou no ano de 1950 com a vinda de algumas famílias de Santa Catarina. Elas se uniram para celebrar Cultos que eram realizados na residência da família Strelow, celebrados pelo P. Ricardo Balbach.
Nos anos seguintes foram chegando outras famílias como: Kaminski, Röeder, Hasse e Freisleben. Com o tempo, mais de 30 famílias formaram e fortaleceram a Comunidade, vindas de vários lugares dos arredores, como: Guaraipo, Volta Grande, Presidente Kennedy, Bananal, Pitangueira.
O Sr Herwaldt Strelow e o Sr Wilhem Kaminski foram denominados como os primeiros “diretores” da comunidade. O primeiro batizado foi de Verônica Strelow. Os primeiros confirmandos/as foram: Norberto Hasse, Bernardo Kaminski, Adolfo Strelow, Lídia Zwicker, Helmut Kaminski e Eliria Maria Alves. Anos depois, foi formado o Presbitério tendo como Presidente o Sr. Augusto Hasse.
Em 1964 o Sr Herwaldt Strelow doou o terreno e foi construída uma igreja (templo) de madeira com a ajuda de todos os membros. Com o passar dos anos, diante de necessidades, surgiu o planejamento de se construir um novo templo. No ano 1991 a comunidade de Águas do Verê constrói a atual igreja com o envolvimento dos membros e incentivo do Presbitério tendo como Presidente o Sr. Arno Helfenstein. Atualmente a Comunidade congrega 28 famílias, somando um total de 90 membros batizados.

5 - COMUNIDADE DE FRANCISCO BELTRÃO
A Comunidade de Francisco Beltrão surge a partir de 1972 com a iniciativa de algumas famílias que se reuniam nas casas para realizar os cultos. Inicialmente os encontros eram realizados na residência da família Heller. No ano de 1973, a pequena comunidade foi reforçada com a participação da família Stalbaum, que vieram de Pato Branco para Francisco Beltrão. Tempo depois, as celebrações passaram acontecer na casa da família Stalbaum. Com a saída desta família, providenciou-se um local, com uma sala maior, dando mais conforto aos participantes.
Entre os anos 1980-1982, a Comunidade recebeu da Prefeitura Municipal um terreno onde foi construída a igreja (templo), com a participação e auxílio de materiais e recursos financeiro de algumas famílias. A Comunidade recebeu também um pequeno auxílio da Obra Gustavo Adolfo que viabilizou verba para a edificação.
A Comunidade desde o início teve suas dificuldades, existe uma grande rotatividade de membros. A estrutura básica do templo continua sendo o mesmo, recebeu algumas melhorias, como piso, pintura, bancos, acesso ao pátio, entre outros. Atualmente a Comunidade congrega 18 famílias, somando um total de 61 membros batizados.

6 - COMUNIDADE DE LINHA ITAÍBA
A Comunidade Luterana de Linha Itaíba – Marmeleiro surgiu com a vinda de algumas famílias que foram atingidas pela barragem de Itá – SC. A partir de 1995 vieram para esta localidade famílias Krause, Kohwald, Ramisch, que foram reassentadas em lotes de terras, fixando moradia.
A atual igreja (templo) foi construída no ano de 1995 fazendo parte do projeto de reassentamento no qual a empresa (Eletrosul) tinha compromissos, e ainda, com a participação das famílias reassentadas.
A maioria das famílias eram Católicas e Luteranas, por isso, o templo passou a ser Ecumênico para realização de Missas e Cultos. O atendimento pastoral era pela Paróquia de Dois Vizinhos. Realizou-se o primeiro Culto no dia 20 de Agosto de 1996 oficializado pelos pastores: Clemente e Marion. A partir de então a comunidade continuou se reunindo com o atendimento dos pastores: Milton Tribess e Rogério Richter.
No ano de 2009, por causa da extinção da Paróquia de Dois vizinhos, a Comunidade de Linha Itaíba passou a ser uma das Comunidades que compõe a Paróquia de Pato Branco. Os Cultos e demais encontros continuam acontecendo no templo que recebe melhorias dentro das necessidades. A comunidade atualmente congrega 10 famílias, somando um total de 35 membros batizados.

7 - COMUNIDADE DE MARMELEIRO
A Comunidade Luterana de Marmeleiro teve seu início no mês de agosto de 1980. O primeiro Culto reuniu as famílias Rudnik e Scheurmann. Os Cultos inicialmente eram realizados nas residências dos membros e oficializados pelo P. Orlando Schmidt, segundo pastorado da Paróquia de São João, com sede em Pato Branco.
A comunidade de marmeleiro com o tempo conseguiu um terreno e passou a ser fortalecida com a vinda de outras famílias como: Krause, Luckmann e Ramisch, vindas do Rio Grande do Sul. Posteriormente, incluída num projeto Missionário, a Comunidade de Marmeleiro passou a fazer parte da Paróquia de Dois Vizinhos, hoje extinta.
No ano de 2009 a Comunidade de Marmeleiro passou a ser uma das Comunidades que compõe a Paróquia de Pato
Branco. Os Cultos e demais encontros continuaram ainda acontecendo nas residências dos membros.
Contudo, atualmente a Comunidade conseguiu com muitos esforços, construir uma igreja (templo de 150m²), que serve como local de encontros e realização de Cultos. Motivo de grande alegria. A Comunidade congrega 13 famílias, somando um total de 36 membros batizados.

8 - COMUNIDADE DE NOVA CONCÓRDIA
A comunidade Luterana de Nova Concórdia se localiza no interior do município de Honório Serpa –PR. Seu surgimento está ligado a dois fatos que marcaram sua história. Primeiro: ao Acampamento Sem-terra ligado ao movimento MST, que no ano de 1991 se instalou nas proximidades (Nova terra), reivindicando terras. Havia no acampamento famílias luteranas e isso contribuiu para o envolvimento de pastores da IECLB, que inclusive auxiliaram para o encaminhamento de um Projeto, junto à igreja na Alemanha reivindicando recursos. A primeira celebração foi ecumênica e aconteceu ao ar livre dentro do Acampamento.
O segundo fato que contribuiu para o surgimento da comunidade foi o reassentamento de 38 famílias que foram atingidas pela barragem de Itá, Concórdia – SC. Este reassentamento iniciou no ano de 1995 e envolveu 06 famílias luteranas. No ano seguinte, foram celebrados cultos também nas residências destas famílias. Posteriormente, no ano de 1997, com recursos destinados pela Eletrosul, (barragem), e com a participação de todas as famílias foi construído um Centro Comunitário e uma igreja ecumênica, (um templo) que serve, até hoje, como local de encontros e celebrações para as diferentes denominações.
Com o passar dos anos, várias famílias saíram do local, entre elas, luteranos. Mas, motivados pela fé, a comunidade continua se reunindo com muita alegria. Atualmente congregam 05 famílias, 16 membros batizados. 

Postagens mais visitadas deste blog

DIA PAROQUIAL DAS CRIANÇAS NA COMUNIDADE PRESIDENTE KENNEDY - VERÊ

IV Dia Sinodal da Igreja do Sínodo Rio Paraná

CONTAGEM REGRESSIVA PARA OS 500 ANOS DA REFORMA LUTERANA