Cancelamento do ARJ 2013


Estimados Irmãos e Irmãs!
Quero saudar a todos com as palavras do salmista (22.19): “Tu, Senhor, não te afastes de mim; força minha, apressa-te em socorrer-me.”.  Creio que as palavras do Senhor jamais caem no vazio. Podemos ter dificuldade de entendê-las e ver com clareza o seu sentido por estarmos com os olhos embaçados. A certeza do seu cuidado é que nos sustenta em momentos de angústia, incerteza e em momentos de tomarmos decisões. Com esta certeza que anexo a carta da coordenação e dos orientadores teológicos do ARJ:
 “Cascavel, 11 de fevereiro de 2013.
Às Comunidades do Sínodo Rio Paraná
Esclarecimento sobre o cancelamento do 29º Acampamento Repartir Juntos
A Comissão do Acampamento Repartir Juntos (ARJ) compartilha esclarecimentos sobre o seu cancelamento na manhã de domingo, dia 10/02:
a)       Na tarde de sábado (09/02) jovens começaram a manifestar mal estar. Na noite deste dia, durante a plenária, jovens saíram do salão principal passando mal, com cólicas, vômito e diarreia;
b)       A medida que o tempo ia passando, mais jovens apresentaram os mesmos sintomas (cólicas, vômito, e diarreia) e passaram a ser encaminhados para hospitais e postos de saúde de Cascavel. Cerca de 80 jovens foram encaminhados para o Hospital Universitário, Hospital Santa Catarina, PAC 1 e PAC 2;
c)       Sem sabermos ao certo o motivo pelo qual os jovens manifestaram esses sintomas, orientados por médicos e enfermeiros, a Comissão Organizadora do ARJ julgou que era momento de cancelar o evento;
d)       Esperamos amanhecer o dia, e por volta das 6h30min despertamos o Acampamento, informamos a situação e decisão e ordenamos o retorno imediato dos jovens a suas residências;
e)       Informamos ainda que havia na Casa de Retiros uma voluntária enfermeira, que permaneceu até o fim do acampamento atendendo aos jovens;
f)        Na manhã de domingo a Casa de Retiros entrou em contato com a Vigilância Sanitária de Cascavel informando a situação e solicitando a presença de profissionais que pudessem auxiliar na identificação da origem do problema. Foi informada que somente na quarta-feira de manhã a vigilância poderá ir até a Casa de Retiros por não haver pessoal disponível no período de Carnaval. Foram guardadas amostras dos alimentos consumidos para análise.
g)       A Comissão do ARJ irá se reunir em breve para definir sobre como, quanto e de que forma poderá ser feito o ressarcimento das inscrições.
h)       Agradecemos pela solidariedade, compreensão e apoio de todas as pessoas.
Pela coordenação do ARJ,
Pastor Fernando Henn e Pastor Wagner Tehzy”

          Como Pastor Sinodal gostaria de fazer algumas ponderações sobre o acontecido:
- A obediência à recomendação médica pelo cancelamento do Acampamento foi sábia, responsável e prudente. Ao lidar com algo desconhecido buscou-se preservar a integridade dos jovens sob a responsabilidade de ministros, ministras e PPHM ali presente;
- Os/as jovens levados para atendimento médico em nenhum momento ficaram sozinhos nos hospitais. Ministros, Ministras e jovens da Coordenação do ARJ assinaram como seus responsáveis e permaneceram nos hospitais até a liberação;
- A enfermeira voluntária, os Ministros/Ministras, Coordenação do ARJ e demais jovens se revezavam no cuidado e atendimento, ou levando para os hospitais ou medicando e dando suporte. Apesar de toda a situação viveu e se exercitou uma Igreja solidária;
- A busca por uma explicação, neste momento, são apenas conjecturas e hipóteses. Assim que tivermos uma explicação estaremos informando a todos vocês. O ARJ, a Casa de Retiro e o Sínodo Rio Paraná têm o interesse e o dever de descobrir a razão deste mal estar coletivo.
- Agradeço a colaboração de pais, Comunidades, Ministros/as, amigos que não mediram esforços para buscar os jovens no domingo de manhã;
- Agradeço a dedicação de Ministros/as, a Coordenação do ARJ e demais jovens pela demonstração de solidariedade e de cuidado. Agradeço a compreensão e a solidariedade dos demais jovens.
- Desejo a todas e todos os jovens que sofreram com o mal estar um rápido restabelecimento e que o Senhor os guarde lhes dando ânimo e alegria em viver como Sua Igreja.

          Fraternalmente
Lauri R. Becker
Pastor Sinodal

Nenhum comentário:

Postar um comentário