CAPA - trabalhando em defesa da vida


Com o propósito de ser “semente ou fermento”, nasceu o projeto CAPA (Centro de Apoio ao Pequeno Agricultor), um departamento ou uma ferramenta da IECLB, com intuito de promover, motivar ou estimular iniciativas de desenvolvimento solidário e coletivo junto ao agricultores familiares. A proposta do projeto CAPA nasceu no ano de 1978, a partir de uma preocupação da igreja com os agricultores familiares que estavam sendo dominados pelo sistema de agricultura industrial, não tendo condições de competir, estavam vendendo suas propriedades e procurando nas cidades alternativas de trabalho.

Neste sentido o CAPA sempre buscou trabalhar com populações de pessoas, que de certa forma foram excluídos ou estão a margem do sistema econômico (pequenos agricultores, índios, quilombolas...), para que este setor, junto com outros segmentos sociais, possa avançar na construção de uma sociedade mais justa, solidária e pautada pela ética.

O CAPA núcleo Verê- PR trabalha com agricultores familiares organizados em associações e cooperativas que estão voltados para a produção agroecológica de alimentos. Alimentos estes que são entregues nos projetos institucionais e vendas locais e regionais.

Recentemente as associações APAV (Associação de Produtores Agroecológicos de Verê) e APROVIVE (Associação de Vitivinicultores de Verê) ambas assessoradas pelo CAPA, foram premiadas a nível nacional em um concurso realizado pela Companhia Nacional de Abastecimento. O objetivo da CONAB era contemplar os 20 melhores filmes que retratassem experiências de associações, cooperativas e entidades beneficiadas pelo Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) e pela Política de Garantia de Preços Mínimos para Produtos da Sociobiodiversidade (PGPM-Bio).
        Jhony Alex Luchmann
Equipe CAPA – Verê

VÍDEO APAV


VÍDEO APROVIVE

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

DIA PAROQUIAL DAS CRIANÇAS NA COMUNIDADE PRESIDENTE KENNEDY - VERÊ

IV Dia Sinodal da Igreja do Sínodo Rio Paraná

CONTAGEM REGRESSIVA PARA OS 500 ANOS DA REFORMA LUTERANA